• Hub Education

5 habilidades profissionais que qualquer um precisará no futuro

Atualizado: Mar 31

Quando se fala em habilidades profissionais, se faz de suma importância destacar sobre qual período elas se referem, visto que muita coisa mudou durante as últimas décadas. Competências que antes eram necessárias deixaram de ter valor, da mesma forma que algumas que nem existiam há pouco tempo atrás, hoje são as mais exigidas por parte das empresas contratantes.


Sendo assim, um profissional deve estar em constante atualização para se adequar às companhias e, assim, conseguir seguir em sua carreira de maneira eficiente e de sucesso. Os cursos para tais habilidades profissionais estão em alta, podendo ser encontrados em diversas instituições físicas, além de outras tantas opções online que surgiram nos últimos anos.


Com tudo isso em mente, entretanto, entende-se que o papel do educador também mudou, visto que é questão de tempo para que essas competências passem a ser exigidas desde o ensino básico — algo que já ocorre em países desenvolvidos e até em algumas instituições pelo Brasil. Dessa forma, a dúvida que fica é: você está atualizado quanto a esse novo conteúdo? E, mais importante do que isso, você consegue passa-lo a seus alunos?


Para te ajudar nessa nova jornada, separamos abaixo cinco das principais habilidades profissionais que o mercado solicita a seus candidatos, com uma breve explicação de cada e sua importância para o desenvolvimento do trabalhador.


Adaptabilidade

Ao se parar para pensar por alguns segundos, é simples de verificar que, antes da virada do milênio, pouca coisa mudava na forma como os funcionários exerciam seus trabalhos, visto que a evolução tecnológica era bem mais lenta, e os conceitos tendiam a permanecer em execução por mais tempo. Hoje em dia, entretanto, a realidade é outra, e a cada novo dia de trabalho pode-se deparar com novos programas, situações e até pessoas.


Pensando nisso, as companhias buscam profissionais que consigam se adaptar de forma mais rápida e eficaz, possibilitando assim que a empresa, como um todo, consiga se manter atualizada a todo momento. As ferramentas são trocadas com constância e a forma de trabalho também, o que faz com que pessoas com esse perfil sejam bastante disputadas pelo mercado.


Da mesma forma que ajuda a empresa, essa é uma habilidade profissional perfeita para o trabalhador atual, já que o possibilita a desvendar diversas carreiras e agarrar qualquer oportunidade que apareça em seu caminho. Com tantas novas profissões surgindo a cada dia, é sempre bom estar preparado para uma mudança em sua vida, podendo assim colher os frutos de cada decisão bem feita.


Quem mais cedo se adapta, mais cedo se destaca.


Criatividade

Primeiramente, se faz preciso destacar que a criatividade citada aqui não está ligada a conseguir escrever músicas, desenhar, pintar, ou qualquer outra arte manual que exija essa competência. O termo aqui utilizado serve mais para definir aqueles que conseguem, através da criatividade, entender conceitos e aplica-los de uma forma completamente diferente, criando assim novas maneiras de se consumir, vender, e construir.


Esse é o foco das empresas, visto que elas precisam de pessoas que consigam “pensar fora da caixa”, ou seja, sair do senso comum e sugerir coisas absolutamente novas. Sendo assim, a demanda por profissionais como esses é gigante, pois são eles que podem fazer as companhias se destacaram dentro de um ambiente tão competitivo quanto o que se vê hoje em dia.


Em tempos em que o avanço tecnológico assusta tantas pessoas — com medo de, principalmente, tomar seus empregos —, os criativos permanecem tranquilos e sem preocupação alguma, visto que estes possuem uma característica que as máquinas dificilmente poderão ter. Enquanto as novas ferramentas são utilizadas para fazer o trabalho duro, um ser humano precisará analisar os dados apresentados por elas e tomar decisões, que quanto mais criativas, mais úteis serão.


Empreendedorismo

Este é outro tópico que merece uma apresentação mais específica. Isso porque muitos entendem como empreendedorismo apenas a criação de novos negócios, quando alguém resolve abrir uma loja ou empresa. De fato, este conceito está correto, mas não por completo, já que o empreendedorismo também pode ocorrer em companhias já existentes, e é essa parte que interessa ao mercado moderno.


Por definição, o conceito de empreendedorismo é a capacidade de idealizar, coordenar, realizar e implementar projetos, serviços ou negócios, o que explica sua utilização em empresas já formadas. Assim, um profissional com essa competência consegue aplica-la em qualquer ambiente, podendo coordenar todo um projeto, seja ele de lançamento de um produto, definição de novos mercados, organização financeira, entre tantos outros.


A importância de trabalhadores com essa habilidade profissional dentro de empresas se assemelha bastante o tópico acima, visto que são eles que poderão manter a companhia evoluindo independente do avanço tecnológico. Novamente chega-se a um ponto em que, mesmo com o crescimento na utilização das máquinas, a mente humana ainda apresenta características importantes e que somente ela pode fornecer.


Ainda relacionando os termos, o empreendedorismo também apresenta muitos pontos em comum com a adaptabilidade, visto que os profissionais com essas competências que irão criar as melhores formas das companhias se adequarem às novas realidades.


Gestão de Pessoas

Com certeza você já teve seus dias ruins, em que foi trabalhar independente dos problemas que estavam em sua cabeça. Provavelmente seu rendimento foi abaixo do que o apresentado em dias normais, e isso é natural. Mas a pergunta que fica é: como seu superior lidou com esse fato? Esse é um dos casos que exemplificam a necessidade de saber gerir pessoas, visto que a forma como um funcionário lida com outro é de grande importância para qualquer empresa.


Independente do tão citado avanço tecnológico, a força humana ainda é — e continuará sendo por um tempo — um recurso valioso para as empresas, o que as faz — ou deveria fazer — com que se preocupem com o bem estar e o rendimento de cada um de seus colaboradores. Ainda assim, uma máquina não possui a capacidade de identificar maus momentos dos funcionários, tornando essa uma tarefa para uma ou mais pessoas dentro da corporação.


Entretanto, não somente o departamento de Recursos Humanos deve ter essa habilidade profissional, visto que todos que possuem pessoas que respondem para eles devem saber gerir esse grupo. É comprovado que um trabalhador com essa competência pode aumentar a produtividade de uma companhia, entender os funcionários e tirar o máximo deles, além motivar equipes inteiras com somente uma ação.


Pensamento Crítico

Corporações estão fazendo grandes investimentos em novas tecnologias, buscando sempre por uma melhor eficiência de seus processos e, consequentemente, mais lucro. Ainda assim, há algumas tarefas que não são confiadas às maquinas, como é o caso da tomada de decisões importantes, aquelas que colocam em risco todo o planejamento e o futuro de uma empresa. Para fazer isso é preciso estudar todas as opções e, através de um raciocínio lógico, chegar a uma conclusão, e isso somente uma pessoa pode realizar.

Sendo assim, as companhias buscam por profissionais que possam ter esse papel dentro de suas organizações, de forma que consigam avaliar cada situação da rotina da empresa e definir a melhor forma de se resolver o problema. Geralmente, essas são posições hierárquicas mais altas, com maior pressão, mas também com melhores salários, benefícios e oportunidades.


Assim, entende-se que o pensamento crítico tão desejado é aquele que utiliza de muita lógica para se chegar a uma conclusão, algo que, infelizmente, não é passado aos estudantes em seu ensino. Em um mundo em que tantos são treinados para seguir ordens sem pensar, os que conseguem raciocinar se destacam e têm, de fato, um enorme mercado a sua frente.


A importância das habilidades profissionais

Como se pode perceber, as habilidades profissionais do futuro são aquelas que apresentam, por algum motivo, um destaque a quem as possui, ou seja, são competências que nem todos têm. Ainda que muitas pessoas nasçam com essas características, não é impossível que um profissional consiga treina-las e desenvolve-las ao longo de sua carreira.


Neste ponto que se encontra a importância do sistema de ensino no processo, visto que é através do auxílio deste que os trabalhadores do futuro poderão apresentar tais habilidades profissionais. Entende-se, portanto, que se faz necessário um comprometimento de todas as partes para que, enfim, os colaboradores cheguem mais preparados ao mercado e, consequentemente, apresentem melhores resultados, tanto às suas contratantes quanto ao país como um todo.


As habilidades profissionais do futuro são, além de tudo, um avanço na vida das pessoas também, visto que as preparam para qualquer situação, independente se for em suas vidas profissionais ou pessoais.

Se você se interessa pelo assunto e pretende implementar tais conceitos em seu local de trabalho, o Congresso Brasileiro de Tendências e Inovação na Educação é para você, já que a sua terceira edição terá como tema “Últimas Descobertas na Educação e seus Impactos na década 20-30”.


O evento ocorrerá no dia 14 de setembro, em Paulínia/SP, e contará com a presença de diversos nomes da área, discutindo sobre o que será necessário para que a área de educação evolua nesta década. Para saber mais sobre os palestrantes e realizar sua inscrição, acesse o site do III Congresso.

© 2023 por Hub Education.

Comunidade de educação continuada.

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Instagram Icon