• Hub Education

Essa é a competência mais importante para os educadores a partir de 2021


A preocupação com o que virá a acontecer num futuro próximo já é algo que nos rodeia há algum tempo. Com a constante evolução tecnológica, muito do que conhecíamos foi reinventado e o novo nos foi apresentado. A forma como o mundo se conecta mudou, e assim também mudaram as conexões humanas. Um mundo mais imediatista tomou forma dentro de um cenário de constante mudança e renovação. Foi então, que nos deparamos com uma pandemia, que conseguiu parar um mundo que não tinha freios.

2020 foi um ano em que, mais do que a tecnologia e as máquinas, pessoas se transformaram, se reinventaram e descobriram novas necessidades. Dentro de um cenário catastrófico que estamos enfrentando com a pandemia do Novo Coronavírus, muito do que antes parecia simples, hoje precisou ser repensado e remodelado por completo. A título de exemplo, temos as mudanças na educação.



Há muito já se falava sobre as mudanças que a educação estava demandando. A cada nova classe que se forma, uma nova geração muito mais antenada e tecnológica a substitui. Os alunos demandam cada vez mais inovação, com aulas dinâmicas e inovadoras, onde podem ter fácil acesso aos educadores. Uma das formas de fazer o aluno aprender mais rápido, é ter alternativas de ensino que fiquem gravadas na memória, e para isso o professor precisa saber falar “a mesma língua do aluno”.



Muitas das coisas que fazem parte da sua linguagem acaba afetando diretamente na sua vida. Será que você está conseguindo se comunicar bem e construir uma relação saudável com seus alunos? Uma comunicação eficiente entre o educador e o estudante, pode ser um grande divisor de águas na vida acadêmica do educando.



Se você quer ser o professor que ficará marcado na memória dos alunos para sempre, que sabe fazer uma aula que prende a atenção do começo ao fim, que envolve os alunos nas questões debatidas e que nenhuma escola quer perder, você precisa urgentemente melhorar a sua comunicação.



Quando falamos de comunicação, não é sobre saber expor o conteúdo, muito menos saber conversar, é muito mais profundo do que isso. Um bom educador precisa ser um bom comunicador emocional. A forma como os professores ensinam deve mudar, para que a educação se transforme em algo mais atrativo e prazeroso aos alunos.



Para isso, temos a Educação Positiva, que é uma disciplina essencial para os profissionais educadores que querem se destacar no futuro da educação, isso porque abrange pontos essenciais para melhorar a comunicação com os alunos e conseguir entender efetivamente a forma que aquela geração melhor consegue associar o conteúdo e aprendê-lo de fato.



Com a Educação Positiva, os educadores passam a entender a importância de uma comunicação positiva com os alunos, de como é essencial e poderosa a arte da escutatória, de como aplicar uma disciplina positiva e não violenta e sobretudo, como entender as reais necessidades dos estudantes.

Tudo isso faz com que os professores se conectem mais com seus alunos, criando vínculos que fazem com que a aula tenha maior credibilidade e os alunos se sintam mais motivados a aprender, contagiados pela motivação do educador, de oferecer uma aula especialmente baseada na Educação Positiva. Desse modo, uma relação de respeito e confiança se estabelece, criando um ambiente seguro e transformando o processo de ensino-aprendizagem

Se você quer se aprofundar mais nesse assunto, cadastre-se abaixo e receba informações exclusivas!